Pular para o conteúdo principal

Carmen Miranda Maluquinha

ccm

Praticamente superado meu drama de viver sem batedeira e liquidifcador, resolvi fazer o meu bolo de sempre: o Nega Maluca… Fácil, rápido e não preciso de claras em neve. 

Mas tudo que é repetitivo, enjoa… Resolvi mudar um pouco alguns ingredientes e a maneira de como os misturava. Cheguei na textura e sabor que queria, mas faltava algo… a cobertura. Até que tive a idéia de comprar algumas frutas vermelhas e fazer uma super calda.

Como fiz na forma de cupcakes (porção perfeita para comer qualquer hora sem ter que cortar e lavar a faca… haha), os bolinhos de Nega Maluca com as frutas vermelhas me remeteram imediatamente à Carmen Miranda…

O nome já estava óbvio: Carmen Miranda Maluquinha…

Segue a receita e algumas dicas:


Massa do bolo:                                  

Ingredientes:

- 3 xícaras de farinha de trigo
- 2 xícaras de açúcar
- 1 xícara de chocolate em pó
- 3 ovos
- 1 xícara de manteiga  
- ½ xícara de leite bem quente
- ½ xícara de água fervendo (complete a xícara de leite com essa água)
- 3 colherinhas (de café) de fermento em pó

Modo de Preparo:

1. Unte as formas com manteiga e farinha de trigo
2. Preaqueça o forno enquanto você prepara a massa
3. Em uma tigela misture a manteiga e o açúcar até ficar um creme homogêneo.

A função de misturá-los bem e utilizá-los em temperatura ambiente é “prender” bolhinhas de ar para a massa ficar super macia.

4. Junte os ovos e mexa bem, até a mistura ficar bem batida…
5. Junte o leite com a água e continue batendo…
6. Coloque aos poucos a farinha… Sempre batendo
7. Misture o chocolate… e não pare…
8. Por último, coloque o fermento e misture levemente.

Coloque a massa na assadeira (se tiver de cupcakes ou muffins seria perfeito, mas se tiver a quadrada ou redonda, pode usar também) e leve ao forno médio (por volta de 170 graus por 20 ou 30 minutos ou até o famoso palito de dente sair limpo quando espetado (no bolo!).


Cobertura:                                         

- 100g de Framboesa
- 100g de Amora
- 100g de Blueberry (mirtilos)
- 100g de Groselha (a fruta)
- 1 xícara de açúcar
- 1 taça de vinho

Amora e framboesa são razoavelmente comuns e fáceis de achar no Brasil;

Mirtilos ou Blueberries são encontrados em grandes supermercados (como o Pão de Açúcar ou Empório Santa Luzia em São Paulo) ou mercadões. O Sul do Brasil tem produzido com sucesso o fruto, já que é uma fruta de inverno rigoroso;

Agora, a groselha fresca… bem… Se você achar pra vender no Brasil, me avise. Mas tenho quase certeza que o Brasil não produz comercialmente.

Caso você não tenha, não precise usar, ou ainda substitua por outra fruta, como morangos ou ainda polpa de jaboticaba ou lichia (já fiz com lichia uma vez e ficou ótima!)

Preparo:

1. Misture tudo numa panela no fogão e mexa até reduzir pela metade.


Montagem:                                         

Coloque as frutinhas por cima do bolo e despeje a calda…

Simples, gostoso, apetitoso, saudável e fresco. Melhor que isso, só colocando uma bola de sorvete de creme ao lado do bolo bem quentinho!

Ah, você também pode colocar açúcar de confeiteiro por cima… Fica mais bonitinho.. hehe

 
:)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova York levando café a sério

A dinâmica presente no DNA de Nova York se mostra presente também na cena de cafés especiais.   A cada ano que passa fica evidente a vocação de Nova York para, assim como Porltand, Seatle e São Francisco, ser um ponto de referência de cafés especiais.   Visitei e re-visitei nas últimas duas semanas aproximadamente 30 cafés especiais em Nova York além de lugares onde o nova-iorquino consome boa parte da bebida como Mc Donalds, Dunkin Donuts e, claro, Starbucks.   Gorjetas   Uma coisa que me chamou atenção esse ano foi a gorjeta. Culturalmente, as gorjetas variam de 10 a 15% do valor do pedido. Quase todos os cafés de NY hoje usam um iPad como POS ou ponto de venda (a nova geração da tela da caixa registradora) e simplesmente giram a tela para o consumidor colocar o quanto gostaria de dar de gorjeta.   É fato que muita gente nos EUA vive com o dinheiro dessas gorjetas, que é muitas vezes maior que o valor do salário. Mas aqueles 10 ou 15% tradicionais estão virando coisa do passado. Algu
É... O tomate tá ficando caro no mundo todo!!

Torta de Ameixas da Marian Burros

Entre 1983 e 1989, o The New York Times publicou durante os meses de setembro uma receita de torta de ameixas da chef Mariam Burros. Em 1989, o editor resolveu que seria o último ano que essa receita seria publicada no jornal. No ano seguinte, uma enxurrada de cartas pedindo a publicação da receita fez com que o jornal voltasse a publicar. Desde então, todos os anos, em setembro, a receita volta a ser publicada tradicionalmente no NYT. Em uma enquete há 5 anos atrás para escolher a receita favorita dos leitores, essa torta de ameixa foi eleita com 3 vezes mais votos que a segunda colocada. De onde vem esse apego? Talvez pela simplicidade da receita e por quase zero chances de dar errada. Ou talvez por ser tão versátil e substituir as ameixas por qualquer outra fruta. De fato, é muito simples, rápido e o resultado surpreende. Torta de Ameixas da Marian Burros Ingredientes: - 3/4 de uma xícara de açúcar (ou 130g) - 1/2 xícara de manteiga sem sal (ou 115g), em temperatura ambiente. - 1