Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2009

Presente

E não é que recebi um presente via correio aqui na Austrália?Veio do leitor Rubens Torres. Ganhei o livro Elementos da Culinária de A a Z, do Michael Ruhlman (Ed. Zahar).PS: reparem que tirei a foto em cima da minha camisa… Achar fundo branco é terrivel.

Um livro interessante, partindo da visão de que se direciona desde o iniciante em gastronomia ao profissional. O capítulo sobre “finesse” é primoroso.A coisa chata é que meu livro foi danificado no correio aqui na Austrália. Foi “rasgado” na lateral e borrifaram um spray para detectar substâncias ilícitas (droga, meu amigo. droga!).Apesar disso, está matando minha vontade de ler um livro em português, afinal, não trouxe nenhum. By the way, também estou lendo, em inglês, o livro Life of Pi(A Vida de Pi). Uma delícia!Rubens, muito obrigado pelo presente e pela surpresa! Amei!

Happy Hour e Fifteen

Nem tudo são flores. A Unilever me convidou para participar de um happy hour na cozinha Unilever, aí em São Paulo, porém, não poderei ir… Estou viajando pela Austrália.Bem que eles poderiam me convidar pra visitar a Unilever aqui em Sydney, né não?! hehe!Amanhã vou pra Melbourne para passar o final de semana. Tentei bookar o Fifteen, restaurante do Jamie Oliver, mas não consegui.Quando voltar pra Melbourne, tento reservar com mais antecedência.

Mentiras que conto para crianças

- Todo peru nasce com apito!

- Nuvem é feita de algodão doce feito com açúcar cristal. Chuva de granizo é quando dá errado!

- Claras em neve são a parte branca da maioria das montanhas. Com o aquecimento global, podem virar suspiro.

- A lua é feita de queijo e foge do sol para não derreter.

- Rabanada é o paraíso para um pão velho e cansado. Já a farinha de rosca é temida por muitos!

Macarons em Sydney

Calor de 43 graus, Sydney, azeite de oliva, chocolate branco e macarons: Pode parecer meio estranho, mas essa mistura conseguiu fazer algo memorável.Macaron é um doce francês que já falei aqui milhares de vezes. É também meu doce predileto. Os melhores do mundo são os da Ladurée em Paris, os melhores de São Paulo são os do chef Fabrice Lenud da Douce France. Muito provável que os da Austrália sejam o da La Renaissance.La Renaissance é uma pequena pâtisserie no The Rocks (bairro mais antigo e histórico de Sydney) que lembra muito os cafés da França, com mesinhas no lado de fora e doces apetitosos gritando para serem devorados na vitrine. Detalhe: eles só usam chocolate Valrhona…Quem me apresentou foi Marine, minha amiga francesa e, assim como eu, grande fã de bons macarons. Para minha surpresa, a La Renaissance não faz só os tradicionais sabores, como Pistache ou chocolate. Ela tem alguns sabores únicos, misturas que podem parecer estranhas, mas com um resultado muito convincente.Prove…