Pular para o conteúdo principal

Bolo Australiano de Cenoura






Ingredientes:

  • Meio copo (80g) de Açúcar Mascavo
  • 3/4 de copo (185ml) de Azeite de Oliva
  • Meio copo (125 ml) de Maple
  • 3 ovos
  • 1 colher de café de essência de Baunilha
  • 1 copo (150g) de farinha de trigo com fermento
  • 1/2 copo (75g) de farinha de trigo (sem fermento)
  • 1 colher de café de bicarbonato de sódio
  • Meia colher de café de canela em pó
  • 2 (300g) cenouras descascadas e raladas


Modo de Preparo:

Passo 1:
Aqueça o forno em 170C. Unte uma assadeira redonda (aproximadamente 20cm).

Passo 2:
Em uma tigela, junte o açúcar, azeite, xarope, ovos e a essência de Baunilha. Use um fouet ou batedor manual para misturar até ficar homogêneo.

Passo 3:
Peneire as farinhas, o bicarbonato e a canela em uma outra tigela. 

Passo 4:
Coloque a mistura dos ovos (as do Passo 2) na mistura das farinhas (as do passo 3). Usando uma colher de pau, misture bem os ingredientes e adicione as cenouras raladas. Misture gentilmente.

Passo 5:
Coloque a massa na assadeira e asse por 1 hora ou até o garfo espetado sair limpo.  Espere 5 minutos até desenformar. Ideal é depois de 5 minutos desenformar e esperar o bolo esfriar completamente em uma grelha. 


Substituições:
  • Eu substituo o azeite por 100g de manteiga + 70ml de azeite
  • Açúcar Mascavo pode ser trocado pelo Demerara ou até mesmo o branco.
  • Maple pode ser usado Xarope de Glucose (Karo) ou Mel. Um amigo fez com açúcar queimado (Aquele de cobertura para pudim) e funcionou.
  • Eu troco os 75g de Farinha branca por 75g de farinha de trigo integral

Importante:
Use todos os ingredientes em temperatura ambiente. 

Cobertura:
Caso você goste de cobertura, misture 80g de açúcar de confeiteiro + 250g de cream cheese (tipo aqueles da Philadelphia) em uma tigela. Misture com uma colher de pau até ficar homogêneo. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

É... O tomate tá ficando caro no mundo todo!!

Nova York levando café a sério

A dinâmica presente no DNA de Nova York se mostra presente também na cena de cafés especiais.   A cada ano que passa fica evidente a vocação de Nova York para, assim como Porltand, Seatle e São Francisco, ser um ponto de referência de cafés especiais.   Visitei e re-visitei nas últimas duas semanas aproximadamente 30 cafés especiais em Nova York além de lugares onde o nova-iorquino consome boa parte da bebida como Mc Donalds, Dunkin Donuts e, claro, Starbucks.   Gorjetas   Uma coisa que me chamou atenção esse ano foi a gorjeta. Culturalmente, as gorjetas variam de 10 a 15% do valor do pedido. Quase todos os cafés de NY hoje usam um iPad como POS ou ponto de venda (a nova geração da tela da caixa registradora) e simplesmente giram a tela para o consumidor colocar o quanto gostaria de dar de gorjeta.   É fato que muita gente nos EUA vive com o dinheiro dessas gorjetas, que é muitas vezes maior que o valor do salário. Mas aqueles 10 ou 15% tradicionais estão virando coisa do passado. Algu

1000 coisas para comer antes de morrer

#0006 Pierog Comida típica polonesa, esse salgado é uma mistura do nosso pastel com um grande ravioli semi-cozido. No recheio, repolho, cebolinha, batatas e carne e cogumelos portobello. Além de versões mais modernas com morangos e confitures. Tradicionalíssimo na Europa central desde o século XVII e patrimônio gastronômico da Polônia.