Pular para o conteúdo principal

Roi du Jour!

Hoje recebi uma notificação dos correios aqui na Austrália para comparecer até a agência deles para a retirada de um pacote. Ansioso e curioso que sou, fui correndo buscar! E tive uma feliz surpresa!

Recebi, de Portugal, uma encomenda pesada. Não tinha remetente.

 OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Abri o pacote correndo e vejo o paraíso: um Panettone e um cartão!

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O cartão é lindo e assinado pela “duende” Manuela. :)

Eu diria que ela é quase o Papai Noel! Ela mandou de Lisboa um Panettone italiano delicioso.

Eu tinha comentado outro dia aqui no blog que este final/começo de ano seria o primeiro que eu não comeria Panettone.

Minha paixão por Panettone começou há muito tempo atrás, quando era criança. Eu comia Panettone na cozinha lendo as lendárias histórias de como teria surgido esse doce de natal impressa nas embalagens. Uma marca falava de uma história de amor, outra de um duque, outra de um padre. Talvez esses teriam sido meus primeiros contos que li na vida.

Hoje eu não sei definir o que é um Panettone. Seria um bolo-pão ou um pão-bolo? 

A textura macia, como uma nuvem trançada entre frutas cristalizadas, e o suave cheirinho da essência de laranja e limão, que faz o famoso cheiro do Panettone me traz um monte de recordações!

E todas essas recordações vieram à tona hoje, quando abri a caixa do Panettone que recebi da Manuela.

Vou tomar a liberdade de publicar o cartão que a Manuela me escreveu. (clique para ampliar).

OLYMPUS DIGITAL CAMERA          
Ela soube do meu blog porque estava procurando imagens dos 3 Reis Magos no Google. E, coincidência ou não, a encomenda chegou exatamente hoje: 06 de janeiro, dia dos 3 Reis Magos.

E Manuela, de coração, desejo-lhe que sejas também uma das pessoas mais felizes do mundo!

Não sei como retribuir!! Muitíssimo obrigado! Você me fez muito feliz hoje! :)

Agora tenho 1 kg de Panettone para me deliciar!! :) hehehe

Comentários

Leka Marcondes disse…
Que coisa mais linda!! É nessas horas que agradecemos à internet e à globalização.
Elaine disse…
Que demais! Foi o máximo Manuela!!!

Postagens mais visitadas deste blog

É... O tomate tá ficando caro no mundo todo!!

1000 coisas para comer antes de morrer

#0006 Pierog Comida típica polonesa, esse salgado é uma mistura do nosso pastel com um grande ravioli semi-cozido. No recheio, repolho, cebolinha, batatas e carne e cogumelos portobello. Além de versões mais modernas com morangos e confitures. Tradicionalíssimo na Europa central desde o século XVII e patrimônio gastronômico da Polônia.

Pão de Queijo feito em casa. Direto de Minas!

Outro dia comentei aqui no blog sobre a General Mills que irá descontinuar (adoro essa palavra) as marcas de pães e massas, incluindo a salvadora-do-lanche-da-tarde Forno de Minas . Pois bem, o leitor Rubens havia comentado o post, totalmente revoltado, com o sofrimento que ele tinha aqui em São Paulo de comer o verdadeiro pão de queijo mineiro. Detalhe: ele é mineiro. Ele comentou do pão de queijo caseiro da mãe dele. Pedi a receita e não é que a Dona Odete liberou pra gente?? Segue a receita do pão de queijo caseiro, feito lá em Minas... E que parece sensacional. Ainda não fiz, mas já está na listinhas de coisas para se fazer nos próximos finais de semana! [a receita segue descrita conforme foi enviada, para não perdermos nenhum detalhe!] Pão de Queijo da D. Odete Ingredientes: 1 copo (americano) de óleo 1 copo (americano) de leite 5 ovos 1kg de Polvilho azedo 1 colher (chá) sal 1 prato de queijo ralado 1 copo (americano) de águ