Pular para o conteúdo principal

Macarons em Sydney

Calor de 43 graus, Sydney, azeite de oliva, chocolate branco e macarons: Pode parecer meio estranho, mas essa mistura conseguiu fazer algo memorável.

Macaron é um doce francês que já falei aqui milhares de vezes. É também meu doce predileto.

Os melhores do mundo são os da Ladurée em Paris, os melhores de São Paulo são os do chef Fabrice Lenud da Douce France. Muito provável que os da Austrália sejam o da La Renaissance.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

La Renaissance é uma pequena pâtisserie no The Rocks (bairro mais antigo e histórico de Sydney) que lembra muito os cafés da França, com mesinhas no lado de fora e doces apetitosos gritando para serem devorados na vitrine.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Detalhe: eles só usam chocolate Valrhona…

Quem me apresentou foi Marine, minha amiga francesa e, assim como eu, grande fã de bons macarons.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA         OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Para minha surpresa, a La Renaissance não faz só os tradicionais sabores, como Pistache ou chocolate. Ela tem alguns sabores únicos, misturas que podem parecer estranhas, mas com um resultado muito convincente.

Provei o de azeite de oliva com ganache de chocolate branco. E, por mais que possa parecer estranho, é uma delícia!

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O preço não é lá muito convidativo: 10 dólares por 100g. Mas vale cada centavo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA         OLYMPUS DIGITAL CAMERA          

Alguns outros sabores:

- Maracujá com ganache de chocolate
- Chá verde e Jasmin com ganache de chocolate branco
- Rosas com creme de manteiga
- Doce de leite com Sal de Guerande
- Banana e abacate com ganache de chocolate branco

Se estiver por aqui, não deixa de visitar:

La Renaissance
47 Argyle Street. The Rocks, Sydney

Comentários

Rubens Torres disse…
Parecem saborosos... sonho em um dia experimentar...
Elaine disse…
Mimiiiiiiiiiiiiiii...
Ai que vontade que da...
Se não trouxer um pra mim quando voltar não te perdoo. Rsrsrs...
Bjs, te amo!

Postagens mais visitadas deste blog

É... O tomate tá ficando caro no mundo todo!!

1000 coisas para comer antes de morrer

#0006 Pierog Comida típica polonesa, esse salgado é uma mistura do nosso pastel com um grande ravioli semi-cozido. No recheio, repolho, cebolinha, batatas e carne e cogumelos portobello. Além de versões mais modernas com morangos e confitures. Tradicionalíssimo na Europa central desde o século XVII e patrimônio gastronômico da Polônia.

Pão de Queijo feito em casa. Direto de Minas!

Outro dia comentei aqui no blog sobre a General Mills que irá descontinuar (adoro essa palavra) as marcas de pães e massas, incluindo a salvadora-do-lanche-da-tarde Forno de Minas . Pois bem, o leitor Rubens havia comentado o post, totalmente revoltado, com o sofrimento que ele tinha aqui em São Paulo de comer o verdadeiro pão de queijo mineiro. Detalhe: ele é mineiro. Ele comentou do pão de queijo caseiro da mãe dele. Pedi a receita e não é que a Dona Odete liberou pra gente?? Segue a receita do pão de queijo caseiro, feito lá em Minas... E que parece sensacional. Ainda não fiz, mas já está na listinhas de coisas para se fazer nos próximos finais de semana! [a receita segue descrita conforme foi enviada, para não perdermos nenhum detalhe!] Pão de Queijo da D. Odete Ingredientes: 1 copo (americano) de óleo 1 copo (americano) de leite 5 ovos 1kg de Polvilho azedo 1 colher (chá) sal 1 prato de queijo ralado 1 copo (americano) de águ