Pular para o conteúdo principal

Polvorone de Maçã

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Polvorone é uma torta de origem espanhola, meio esquecida nos dias de hoje, mas é uma beleza para tomar café com amigos!

É um dos meus doces preferidos, tantos para fazer quanto para comer, e já virou "arroz de festa", pq sempre quando me convidam para festinhas, eu levo o meu polvorone de maçã.

Porém, outro dia recebi alguns amigos de última hora e fui tentar dar um de espertão e dobrei a receita.

Não faça isso! Eu estraguei toda a receita e ainda passei carão com eles.  Aliás, eu deveria postar essa receita outro dia, mas como vou viajar, preciso postar para poder usá-la na viagem... Apesar de ser super fácil, tenho medo de dar branco. Afinal, tudo que acontece de estranho, acontece na Austrália! :)

Bom, essa receita é super simples. É a famosa 3,2,1,½!

Ingredientes da massa:
3 xícaras de farinha
2 xícaras de açúcar
1 xícara de manteiga sem sal
½ xícara de chocolate em pó
½ xícara de amêndoas trituradas (opcional)


Preparo:
É muito complexo (*ironia*): Misturar tudo até formar uma farofa úmida!

Recheio:

2 maçãs cortadas em cubinhos
100g de chocolate meio amargo
½ xícara de vinho branco (opcional)

Preparo:
Misture tudo num recipiente e leve o micro-ondas (3min, divididos em 1 em 1 min, mexendo com espátula) ou em uma panela em fogo baixo (cerca de 6 min mexendo sempre) até derreter o chocolate e amolecer a maçã. Escorra a calda e reserve para a cobertura.

Montagem:
Divida a farofa em 2 partes. Forre uma assadeira de fundo removível ou refratária (untadas) com uma parte da farofa. Pressione levemente.
Coloque o recheio das maçãs e aperte mais um pouco e cubra a torta com a outra parte da farofa, tambem pressionando.
Asse em forno pré-aquecido por 180ºC por 20min.
Deixe esfriar. E decore com a calda que você reservou.



Bom, como eu falei, da última vez eu dobrei a receita e coloquei num recipiente pequeno. A massa quebrou, ficou algo muito grosso e bruto. Um horror. Mesmo assim tentei dar uma ajeitada, mas não deu certo... O ideal é essa torta ficar fininha, com certa de 2 dedos de altura e não desse jeito:


OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Agradecimentos à uma amiga que posou com o prato! Pq não teríamos essa foto! haha Eu teria vergonha de tirar.

Ah, polvorone vem de polvo, pó em espanhol, já que a massa é um pó que quando entra em contato com a umidade da boca, se desmancha tão perfeitamente que nos fazem comer ajoelhados.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

É... O tomate tá ficando caro no mundo todo!!

1000 coisas para comer antes de morrer

#0006 Pierog Comida típica polonesa, esse salgado é uma mistura do nosso pastel com um grande ravioli semi-cozido. No recheio, repolho, cebolinha, batatas e carne e cogumelos portobello. Além de versões mais modernas com morangos e confitures. Tradicionalíssimo na Europa central desde o século XVII e patrimônio gastronômico da Polônia.

Pão de Queijo feito em casa. Direto de Minas!

Outro dia comentei aqui no blog sobre a General Mills que irá descontinuar (adoro essa palavra) as marcas de pães e massas, incluindo a salvadora-do-lanche-da-tarde Forno de Minas . Pois bem, o leitor Rubens havia comentado o post, totalmente revoltado, com o sofrimento que ele tinha aqui em São Paulo de comer o verdadeiro pão de queijo mineiro. Detalhe: ele é mineiro. Ele comentou do pão de queijo caseiro da mãe dele. Pedi a receita e não é que a Dona Odete liberou pra gente?? Segue a receita do pão de queijo caseiro, feito lá em Minas... E que parece sensacional. Ainda não fiz, mas já está na listinhas de coisas para se fazer nos próximos finais de semana! [a receita segue descrita conforme foi enviada, para não perdermos nenhum detalhe!] Pão de Queijo da D. Odete Ingredientes: 1 copo (americano) de óleo 1 copo (americano) de leite 5 ovos 1kg de Polvilho azedo 1 colher (chá) sal 1 prato de queijo ralado 1 copo (americano) de águ