Pular para o conteúdo principal

Pizza Caseira

OLYMPUS DIGITAL CAMERA          

Quando se está com fome, uma coisas mais fáceis do mundo é pedir uma pizza!

Conta a lenda que, quando um pizzaiolo inventou a pizza Margherita, em homenagem à rainha italiana Margherita em 1889, o pizzaiolo também inventou o delivery, já que ele mandou entregar a pizza no castelo.

A pizza de pizzaria (!!) tem todo aquele charme do forno a lenha, da borda queimada em pontos especificos etc etc etc.

Mas a pizza feita em casa tem suas vantagens também. Você escolhe só produtos bem escolhidos e de primeira qualidade, lava bem os ingredientes e coloca o seu toque. E o resultado é algo muito gostoso!

Final de semana passado fiz duas pizzas caseiras. Uma Margherita (meu sabor predileto) e uma de Rúcula e Tomates (fresco! Não sou muito fã de tomate seco).

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Ficou uma delícia! Além de ser super divertido fazer!

Massa de Pizza Caseira

500g de farinha de trigo
½ colher de chá de sal
2 colheres de chá de azeite
1 colher de café de açúcar
30g de fermento biológico fresco
250ml de água

Preparo
Faça um monte de farinha e abra um buraco no meio. Coloque o sal, o azeite, o açúcar, o fermento e um pouco de água. Com os dedos, dissolva todo o fermento na água. Polvilhe farinha em cima do "poço" e deixe descansando entre 10 a 15 minutos para ativar o fermento¹.

Após esse tempo, comece a misturar e a sovar a massa, até ficar homogenea e lisinha. Deixe descansando por aproximadamente 1 hora.

Enquanto a massa descansa (pensou que vc tb ia descansar, né?), vamos fazer o molho básico:

Molho básico de tomate para pizza

1 kilo de tomate bem maduro² (entre 4 ou 5 unidades)
2 dentes de alho
½ colher de chá de sal


Preparo
Retire a pele dos tomates³. Coloque-os em um liquidificador (sem trema) junto com os 2 dentes de alho e o sal. E pronto.

Sim, o molho é com os tomates crus!

Agora é hora de montar a pizza!

OLYMPUS DIGITAL CAMERA          

Montagem:

A massa a essa hora já deve ter crescido bem! Divide-a ao meio. abra-a com um rolo em formato circular (ou retangular, se quiser!). Polvilhe farinha na assadeira e coloque-a por cima. Espalhe o molho de tomate na base e coloque o recheio (ou cobertura) que preferir.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Pizza Margherita:
Mussarela ralada, tomates frescos, manjericão e um passeio de azeite.

 

 

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA         Pizza de Rúcula com tomates:
Rúcula (juro!), mussarela (ou de búfala), algumas folhas de manjericão, tomate e um passeio de azeite.

                                  

                              

Entenda, conheça e se apaixone:

1. Fermento é um tipo de fungo, um organismo vivo, e precisa de 3 ingredientes para crescer: umidade, alimento e calor. A umidade é dada com a água na receita (ou um pano úmido sobre a massa para crescer), o calor é dado pela temperatura morna da água ou o calor das nossas mãos quando sovamos a massa e o alimento é o açúcar simples, que nesta receita é o açúcar branco refinado. Em qualquer receita, se o fermento não ativar com esses 3 ingredientes, é porque o fermento está vencido. Por isso é sempre bom ativá-lo no "pocinho" antes de fazer a massa.

2. Tomate maduro é mais doce. E menos ácido. Se você tem o costume de colocar açúcar no molho para tirar a acidez, esqueça. O açúcar só mascara! Não tira a acidez. Para reduzir a acidez, retire as sementes. Ou então coloque metade de uma cenoura para cozinhar junto ou ainda uma pitada de bicarbonato de sódio. Reduzir a acidez é também reduzir a quantidade de vitaminas do molho, já que algumas vitaminas, como a vitamina C, são ácidos.

3. Retirar a pele do tomate é reduzir o gosto amargo do molho. Faça um X na "bundinha" do tomate, coloque durante 1 minuto em água fervente e depois coloque em água geladíssima, para dar um choque térmico. Aí é só puxar a pele e ela sairá facilmente.

Comentários

Mari disse…
Auki, boa tarde
gostaria de saber sobre os dados do forno... fazendo em forno convencional deixar a quantos graus mais ou menos e por qto tempo? Pelo o que eu pude notar em suas fotos a borda aparenta estar branca ainda mesmo depois de assada, como saber que está pronta?
Nem sei se você ainda irá ver esse comentário, mas se o vir e puder responder ficarei agradecida. Tentei uma vez fazer uma pizza caseira em casa e a massa ficou muito seca e sem gosto, então estou à caça de uma nova receita e essa me parece que eu consigo fazer hehe
bjs
Mari
Auki disse…
Oi Mari,

Tudo bem?

Eu tb não gostava muito de pizza caseira, mas desde quando aprendi essa massa, passei a gostar! Fica bem boa!

Bom, sobre o tempo de forno, é o seguinte: Deixe-o pré-aquecido e depois coloque a pizza montada cerca de 10 minutos em forno alto (aprox. 280graus). O meu forno é uma porcaria. Mas deu certo mesmo assim! hehehe

vc vai abrir a massa da pizza, certo? ela ficará com a espessura de uma pizza normal. Essa massa fininha, quando entrar em contato com o calor, vai logo "secar", ficar assada e crocante!

As bordas estavam brancas (nao tenho forno a lenha e preciso de um forno novo.. haha) mas ficaram crocantes e gostosas.

Vc vai reparar que ela fica pronta muito rapida. Não se preocupe em saber se a massa estará ou nao crua. Se preocupe mais com o queijo. Quando o queijo estiver bem derretido, pode tirar que ela vai estar no ponto!

Acho que é isso! Se tiver perguntas, pode fazer...

Eu vejo todos os comentários... Mesmos os antigos. Recebo-os por email! hehehe

Beijos!

Auki
Unknown disse…
Sempre fazia, fui criada na Mooca e isso era muito comum, depois parei. Eu tenho uma receita muito boa, mas vou tentar essa depois eu digo.
Mas eu costumo assar a massa com um pouco de molho alguns minutos antes de colocar o recheio para garantir o cozimento, vou arricar. Beijo

Postagens mais visitadas deste blog

É... O tomate tá ficando caro no mundo todo!!

Nova York levando café a sério

A dinâmica presente no DNA de Nova York se mostra presente também na cena de cafés especiais.   A cada ano que passa fica evidente a vocação de Nova York para, assim como Porltand, Seatle e São Francisco, ser um ponto de referência de cafés especiais.   Visitei e re-visitei nas últimas duas semanas aproximadamente 30 cafés especiais em Nova York além de lugares onde o nova-iorquino consome boa parte da bebida como Mc Donalds, Dunkin Donuts e, claro, Starbucks.   Gorjetas   Uma coisa que me chamou atenção esse ano foi a gorjeta. Culturalmente, as gorjetas variam de 10 a 15% do valor do pedido. Quase todos os cafés de NY hoje usam um iPad como POS ou ponto de venda (a nova geração da tela da caixa registradora) e simplesmente giram a tela para o consumidor colocar o quanto gostaria de dar de gorjeta.   É fato que muita gente nos EUA vive com o dinheiro dessas gorjetas, que é muitas vezes maior que o valor do salário. Mas aqueles 10 ou 15% tradicionais estão virando coisa do passado. Algu

1000 coisas para comer antes de morrer

#0006 Pierog Comida típica polonesa, esse salgado é uma mistura do nosso pastel com um grande ravioli semi-cozido. No recheio, repolho, cebolinha, batatas e carne e cogumelos portobello. Além de versões mais modernas com morangos e confitures. Tradicionalíssimo na Europa central desde o século XVII e patrimônio gastronômico da Polônia.