Pular para o conteúdo principal

Chocolate

Estou lindo um livro incrível. Chama-se "Bread, Wine and Chocolate" de uma escritora americana nascida na Alemanha com background indiano e que vivia aqui em Melbourne (confuso, né).

Conheci esse livro por acaso, alguém que sigo no Twitter estava comentando dele no lançamento. Comprei, e, coincidentemente, comecei a ler o livro em São Francisco exatamente onde os capítulos de vinho e chocolate estão situados.

Adoro vinho, tenho os meus vinhos preferidos e compro sempre das variedades que gosto ou dependendo da região (Shiraz da Austrália, Malbec da Argentina, etc etc). Mas reparei que vinho não me interessa muito. Não tanta curiosidade de estudar, de me aprofundar no assunto.

Me lembro que em 2004 eu comecei a me interessar mais profundamente por determinados alimentos. Comecei a estudar, degustar e pesquisar sobre azeites. 

Em 2009 minha paixão por café começou a aguçar minha curiosidade e mergulhei de cabeça para estudar variedades, biologia e química do café. A cada dia que passo quero saber mais e mais.

E, desde o mês passado quando acabei de ler o capitulo de chocolate do livro, estou fascinado pelo mundo do cacau. É uma diversidade enorme de espécies, sabores, processos. Lembra muito produção de café.  E, se o mundo de cafés especiais está dando os primeiros passos, tenho a impressão que o mundo do cacau especial ainda nem começou a caminhar. São oportunidades incríveis.

Recentemente meus dias estão terminando provando chocolate 85% cacau ou superior, de origem única (single origin) e lendo artigos e estudos sobre cacau especiais.

E, claro, vou precisar dividir isso com vocês nos próximos posts. :) 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

É... O tomate tá ficando caro no mundo todo!!

Tabule

Semana passada fui jantar com minha amiga (e ex-chefe) na casa dela. Entre as coisas gostosas como couscous marroquino e um queijo fantástico, tinha tabule! Tabule foi a segunda receita que aprendi na minha vida, lá no comecinho dos anos 90, no " São Paulo Já " (antecessor do SPTV, jornal local da Globo em São Paulo) . Era uma reportagem de natal e a Ananda Apple mostrava ceias étnicas tradicionais. Até 2004 eu tinha a mania de gravar tudo que via de interessante na TV. Tenho mais de 70 fitas VHS guardadas e ainda tenho gravada essa reportagem. Na mesma fita tem até a Neka Menna Barreto (uma das mais famosas banqueteiras) em começo de carreira no programa da Silvia Poppovic na Band. :) A receita do tabule era muito fácil para uma criança e eu fazia direto. Com o tempo fui moldando a receita, mexendo em algumas coisas e hoje é uma das coisas que mais gosto de fazer e comer. Não é um tabule tradicional, mas é o tabule (ou salada de grãos de trigo) que eu adoro! Se

Bolo Australiano de Banana

Ingredientes: 125g de manteiga 100g de açúcar mascavo 2 colheres de café de essência de baunilha 2 ovos 350g de banana amassada 265g de farinha com fermento peneirada 1 colher de café de bicarbonato de sódio 80ml de leite Modo de Preparo: Passo 1: Aqueça o forno a 180C. Unte uma assadeira média (por volta de 22cm). Passo 2: Usando uma batedeira, bata a manteiga, o açúcar e a baunilha por 5 minutos ou até ficar cremoso. Passo 3: Adicione os ovos (um por vez), batendo bem a cada adição. Transfira para uma tigela maior. Usando uma colher de pau, adicione e misture gentilmente as bananas, o bicarbonato de sódio, o leite e a farinha. A dica aqui é adicionar aos poucos e sempre mexendo com a colher. Misture até ficar tudo homogêneo. Passo 4: Coloque essa mistura na assadeira e leve ao forno por 30 minutos ou até o garfo espetado sair limpo. Deixe esfriar por 10 minutos até desenformar.  Substituições: Açúcar Mascavo pode ser trocado pelo Demerara ou até mesmo o branco. Eu faço uma mistura de