Pular para o conteúdo principal

Kopi Luwak: A curiosidade está matando o gato

Talvez você já tenha ouvido falar de um café muito caro e raro, feito com grãos defecados por um animal.

Esse café é o Kopi Luwak, mundialmente conhecido por ser o café mais caro do mundo. Ele é produzido por civetas asiáticas, uma espécie de gato selvagem que vive na Indonésia e Filipinas. 

A civeta costuma selecionar e comer os grãos mais maduros e doces das plantações de café. Os grãos passam pelo sistema digestivo, onde entram em contato com enzimas que diminuem os peptídeos e aumentam os aminoácidos livres (bla bla bla), fazendo com que o grão, ao ser defecado, limpado e levemente torrado tenha um sabor menos amargo. Tudo isso, claro, em teoria.


Pois bem, há algumas semanas meu amigo holandês Bob esteve em Bali e me trouxe alguns presentinhos, e, todo empolgado, começou a mostrar fotos da plantação de café e como o café era produzido e, digamos, defecado pelo animal. Ao olhar as fotos, fiquei um pouco chocado com a crueldade e foi isso que me levou a escrever esse post.


As fotos (abaixo) mostram várias civetas presas em jaulas e forçadas a consumirem grãos de café para terem as fezes colhidas e vendidas a peso de ouro.



E exatamente aí que entra a polêmica: o Kopi Luwak é famoso, caro e raro porque as civetas escolhem somente os melhores e mais doces grãos de plantações de café. Os produtores, tentando lucrar com a curiosidade e fama mundial das fezes do bichano, criam em cativeiro, muitas vezes sob mau tratos. E isso foge da lógica de se tomar um Kopi Luwak.

Além disso, alguns produtores forjam produções para lucrar. A maior e mais importante associação de café do mundo, a SCAA (Specialty Coffee Association of America), denunciou que o consumo de Kopi Luwak é bem maior que a atual produção, estimada em 230 kgs anuais. O seja, você está comprando gato por lebre (desculpa o trocadilho).

Lendo um pouco sobre as civetas, descobri que a 
International Coffee Consulting Group resolveu testar os mesmos grãos das plantações onde a civeta vive e, segundo análise, o café feito pelos grãos defecados tem um sabor inferior, chegando a diferença de 4 pontos na escala da SCAA de um café feito pelo método tradicional. Ou seja, o café não ganha em qualidade ou propriedades. Ao contrário.

Polêmicas a parte, o valor pago pelo Kopi Luwak se refere ao preço da história, de tomar um café exótico defecado por um tipo de gato. E essa curiosidade, literalmente, está matando o gato.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bolo Australiano de Banana

Ingredientes: 125g de manteiga100g de açúcar mascavo2 colheres de café de essência de baunilha2 ovos350g de banana amassada265g de farinha com fermento peneirada1 colher de café de bicarbonato de sódio80ml de leite
Modo de Preparo:
Passo 1: Aqueça o forno a 180C. Unte uma assadeira média (por volta de 22cm).
Passo 2: Usando uma batedeira, bata a manteiga, o açúcar e a baunilha por 5 minutos ou até ficar cremoso.
Passo 3: Adicione os ovos (um por vez), batendo bem a cada adição. Transfira para uma tigela maior. Usando uma colher de pau, adicione e misture gentilmente as bananas, o bicarbonato de sódio, o leite e a farinha. A dica aqui é adicionar aos poucos e sempre mexendo com a colher. Misture até ficar tudo homogêneo.
Passo 4: Coloque essa mistura na assadeira e leve ao forno por 30 minutos ou até o garfo espetado sair limpo. Deixe esfriar por 10 minutos até desenformar. 

Substituições: Açúcar Mascavo pode ser trocado pelo Demerara ou até mesmo o branco.Eu faço uma mistura de 50% de farinha bra…

Férias Forçadas

É. Eu sei. Não atualizei esse blog nas últimas semanas. Comecei a fazer um curso puxadíssimo de inglês aqui em Sydney, um preparatório para um exame, e com isso fico 6 horas diárias na escola + 4 horas diárias de homework. E, além disso, estou trabalhando nos finais de semana. Ou seja, não tenho sequer um dia livre… As coisas estão se ajeitando e estou com apetite para postar! :)

Pão de Queijo feito em casa. Direto de Minas!

Outro dia comentei aqui no blog sobre a General Mills que irá descontinuar (adoro essa palavra) as marcas de pães e massas, incluindo a salvadora-do-lanche-da-tarde Forno de Minas.Pois bem, o leitor Rubens havia comentado o post, totalmente revoltado, com o sofrimento que ele tinha aqui em São Paulo de comer o verdadeiro pão de queijo mineiro. Detalhe: ele é mineiro.Ele comentou do pão de queijo caseiro da mãe dele. Pedi a receita e não é que a Dona Odete liberou pra gente??Segue a receita do pão de queijo caseiro, feito lá em Minas... E que parece sensacional.Ainda não fiz, mas já está na listinhas de coisas para se fazer nos próximos finais de semana![a receita segue descrita conforme foi enviada, para não perdermos nenhum detalhe!]Pão de Queijo da D. OdeteIngredientes:1 copo (americano) de óleo
1 copo (americano) de leite
5 ovos
1kg de Polvilho azedo
1 colher (chá) sal
1 prato de queijo ralado
1 copo (americano) de água
Modo de Preparo: Esquent…