Pular para o conteúdo principal

1000 coisas para comer antes de morrer

#0008 Sirop d'Érable / Maple Syrup

maple syrup 

Elaborado com a seiva da árvore de bordo (aquela da bandeira do Canadá), o Sirop D'Érable ou Maple Syrup como é conhecido na parte inglesa do Canadá é uma das maravilhas da culinária internacional.

A seiva é cozida e fica tão doce e perfumada que casa perfeitamente com doces ou pratos salgados.

Os primeiros a descobrirem essa iguaria foram os índios do leste do Canadá, que usavam como adoçante e tempero em diversos alimentos. Para prepará-los, retiravam a seiva das árvores de bordo e jogavam pedras incandescentes dentro de recipientes de madeira para reduzir a seiva a um xarope.

Quebéc, como não poderia deixar de ser, é o maior produtor mundial de Sirop D'Érable.

Para se fazer 1 litro de xarope, são necessários 40 de seiva.

E é tão gostoso que em Quebéc é atração turística: joga-se o Sirop D'Érable na neve e enrolasse com um palito para formar um pirulito. Até tirei uma foto de um senhor que fazia, quando visitei Quebéc:

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Mas cuidado, não confunda com o maple americano. Geralmente é feito de milho e não o mesmo sabor!

E, claro, não volte do Canadá sem antes trazer o verdadeiro Sirop d'Érable ou Maple Syrup na mala!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

É... O tomate tá ficando caro no mundo todo!!

Nova York levando café a sério

A dinâmica presente no DNA de Nova York se mostra presente também na cena de cafés especiais.   A cada ano que passa fica evidente a vocação de Nova York para, assim como Porltand, Seatle e São Francisco, ser um ponto de referência de cafés especiais.   Visitei e re-visitei nas últimas duas semanas aproximadamente 30 cafés especiais em Nova York além de lugares onde o nova-iorquino consome boa parte da bebida como Mc Donalds, Dunkin Donuts e, claro, Starbucks.   Gorjetas   Uma coisa que me chamou atenção esse ano foi a gorjeta. Culturalmente, as gorjetas variam de 10 a 15% do valor do pedido. Quase todos os cafés de NY hoje usam um iPad como POS ou ponto de venda (a nova geração da tela da caixa registradora) e simplesmente giram a tela para o consumidor colocar o quanto gostaria de dar de gorjeta.   É fato que muita gente nos EUA vive com o dinheiro dessas gorjetas, que é muitas vezes maior que o valor do salário. Mas aqueles 10 ou 15% tradicionais estão virando coisa do passado. Algu

1000 coisas para comer antes de morrer

#0006 Pierog Comida típica polonesa, esse salgado é uma mistura do nosso pastel com um grande ravioli semi-cozido. No recheio, repolho, cebolinha, batatas e carne e cogumelos portobello. Além de versões mais modernas com morangos e confitures. Tradicionalíssimo na Europa central desde o século XVII e patrimônio gastronômico da Polônia.