Pular para o conteúdo principal

Tabule

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Semana passada fui jantar com minha amiga (e ex-chefe) na casa dela.

Entre as coisas gostosas como couscous marroquino e um queijo fantástico, tinha tabule!

Tabule foi a segunda receita que aprendi na minha vida, lá no comecinho dos anos 90, no "São Paulo Já" (antecessor do SPTV, jornal local da Globo em São Paulo). Era uma reportagem de natal e a Ananda Apple mostrava ceias étnicas tradicionais.

Até 2004 eu tinha a mania de gravar tudo que via de interessante na TV. Tenho mais de 70 fitas VHS guardadas e ainda tenho gravada essa reportagem. Na mesma fita tem até a Neka Menna Barreto (uma das mais famosas banqueteiras) em começo de carreira no programa da Silvia Poppovic na Band. :)

A receita do tabule era muito fácil para uma criança e eu fazia direto. Com o tempo fui moldando a receita, mexendo em algumas coisas e hoje é uma das coisas que mais gosto de fazer e comer. Não é um tabule tradicional, mas é o tabule (ou salada de grãos de trigo) que eu adoro!

Segue abaixo a receita de Tabule do meu jeito:

Ingredientes:

- 500g de trigo para kibe
- 1 xícara (chá) de salsinha
(ou meio maço)
- 2 xícaras (chá) de hortelã (ou um maço bem cheio)
- 5 tomates maduros
- Suco de 2 limões
- Azeite de oliva extra-virgem
- 1 cebola média
- Pimenta do Reino Branca
- Pimenta do Reino Preta
- Canela
- Sal

Modo de preparo:

Coloque o trigo numa vasilha com água para hidratá-lo por 15min. Jogue a água fora e esprema-o apertando bem com as mãos para retirar todo o excesso de água. Reserve-o.

Pique a salsinha, rasque as folhas de hortelã, corte os tomates em cubinhos, esprema os limões e pique a cebola pequenininho. Junte tudo com o trigo numa vasilha grande, dê 3 passeios de azeite e coloque um punhado de pimenta branca, um de pimenta preta, um de canela e um de sal.

Misture tudo, acerte o tempero com seu gosto e pronto!

Coma-o com pão sírio ou com folhas de alface!

É gostoso e muito saudável.

Uma dica: no dia seguinte é sempre melhor! :)

 

Comentários

Rubens Torres disse…
Oi Auki,
Eu adoro tabule, da mesma forma que adoro kibe. No RU da universidade sempre que tem kibe tem tabule tbém, só que o daqui nem se compara com o seu.
Vou guardar essa receita pra algum fim de semana. Também guardei a receita de pizza que vc passou uns dias atrás e quero tentar fazer nesse fim de semana, parece deliciosa.
Abraço!
Clara disse…
Ahh eu adoroo tabule, e aki em casa nunca falta , por sermos de descendência Armênia, minha mãe sempre faz e todos adoram. Acho que a sua receita só tem uma coisa diferente, a canela, da próxima vez vou por um pouco pra ver como fica.

Seu blog é ótimo !

Beijo.

Postagens mais visitadas deste blog

É... O tomate tá ficando caro no mundo todo!!

Nova York levando café a sério

A dinâmica presente no DNA de Nova York se mostra presente também na cena de cafés especiais.   A cada ano que passa fica evidente a vocação de Nova York para, assim como Porltand, Seatle e São Francisco, ser um ponto de referência de cafés especiais.   Visitei e re-visitei nas últimas duas semanas aproximadamente 30 cafés especiais em Nova York além de lugares onde o nova-iorquino consome boa parte da bebida como Mc Donalds, Dunkin Donuts e, claro, Starbucks.   Gorjetas   Uma coisa que me chamou atenção esse ano foi a gorjeta. Culturalmente, as gorjetas variam de 10 a 15% do valor do pedido. Quase todos os cafés de NY hoje usam um iPad como POS ou ponto de venda (a nova geração da tela da caixa registradora) e simplesmente giram a tela para o consumidor colocar o quanto gostaria de dar de gorjeta.   É fato que muita gente nos EUA vive com o dinheiro dessas gorjetas, que é muitas vezes maior que o valor do salário. Mas aqueles 10 ou 15% tradicionais estão virando coisa do passado. Algu

Torta de Ameixas da Marian Burros

Entre 1983 e 1989, o The New York Times publicou durante os meses de setembro uma receita de torta de ameixas da chef Mariam Burros. Em 1989, o editor resolveu que seria o último ano que essa receita seria publicada no jornal. No ano seguinte, uma enxurrada de cartas pedindo a publicação da receita fez com que o jornal voltasse a publicar. Desde então, todos os anos, em setembro, a receita volta a ser publicada tradicionalmente no NYT. Em uma enquete há 5 anos atrás para escolher a receita favorita dos leitores, essa torta de ameixa foi eleita com 3 vezes mais votos que a segunda colocada. De onde vem esse apego? Talvez pela simplicidade da receita e por quase zero chances de dar errada. Ou talvez por ser tão versátil e substituir as ameixas por qualquer outra fruta. De fato, é muito simples, rápido e o resultado surpreende. Torta de Ameixas da Marian Burros Ingredientes: - 3/4 de uma xícara de açúcar (ou 130g) - 1/2 xícara de manteiga sem sal (ou 115g), em temperatura ambiente. - 1