Pular para o conteúdo principal

Bacalhau

bacalhau

Assim como o champange é uma bebida que remete a festas, o bacalhau é a comida que também é sinônimo de festa!

Introduzido em Portugal no século XV, o bacalhau era perfeito para as longas viagens de navio dos portugueses. Os primeiros relatos sobre a vinda do bacalhau no Brasil é de 1818, mas só um século depois é que se tornou famoso e popular pela chegada os portugueses imigrantes à nossa terrinha, trazendo consigo sua cultura, tradições e livros de culinárias rs!

Mas vou te contar um segredo: Cabeça de bacalhau não existe! Aliás, nem o bacalhau existe nos mares!

Bacalhau é resultado de um processo de salgamento de alguns peixes.

Os peixes que viram bacalhau, não tem nome em português! Eles são de 5 espécies diferentes:

 

gadus Gadus Morhua: É o mais nobre. É aquele alto, que se desmancha em lascas tenras. Tradicionalmente chamado de Bacalhau do Porto.

Gadus Macrocephalus:É quase igual ao Mohrua, mas é mais claro e perde um pouquinho em sabor. É encontrado no Pacífico enquanto o Morhua é encontrado no Atlântico.

 

saithe Saithe (Pollachius Virens): Tem o sabor e cor acentuados, o melhor para se fazer bolinhos e usá-lo desfiado!

 

 

zarbo Zarbo (Brosme brosme): Um peixe pequeno e barato, que rende bastante e é otimo para fazer sopas, pirões, caldos, etc

 

 

ling Ling (Molva molva): É estreito, claro, barato e perfeito para grelhar e assar.

 

 

Essas espécies vivem nas águas geladas do ártico, entre a Europa e o Canadá:

image016 

O Brasil é o maior comprador de bacalhau do mundo, mas, proporcionalmente, os portugueses são os maiores consumidores (não é a toa que eles o chamam de Fiel Amigo).

Cada família tem uma receita ótima de bacalhau, algum jeito de dessalgar o peixe. Aqui em casa, deixamos ele de molho na geladeira, trocando a água várias vezes durante 2 dias. E sempre colocando a água na mesma temperatura em que o peixe está, para não haver variação.

Tem gente que dessalga no leite. Mas, sinceramente, acho um desperdício... Fora o preço absurdo do litro do leite!

Preparado com muito azeite, tem como resistir àquelas lascas macias que desprendem do peixe?

Comentários

Andréa Almeida disse…
Bacalhau é muito bom! Legal seu blog.

Postagens mais visitadas deste blog

É... O tomate tá ficando caro no mundo todo!!

1000 coisas para comer antes de morrer

#0006 Pierog Comida típica polonesa, esse salgado é uma mistura do nosso pastel com um grande ravioli semi-cozido. No recheio, repolho, cebolinha, batatas e carne e cogumelos portobello. Além de versões mais modernas com morangos e confitures. Tradicionalíssimo na Europa central desde o século XVII e patrimônio gastronômico da Polônia.

Pão de Queijo feito em casa. Direto de Minas!

Outro dia comentei aqui no blog sobre a General Mills que irá descontinuar (adoro essa palavra) as marcas de pães e massas, incluindo a salvadora-do-lanche-da-tarde Forno de Minas . Pois bem, o leitor Rubens havia comentado o post, totalmente revoltado, com o sofrimento que ele tinha aqui em São Paulo de comer o verdadeiro pão de queijo mineiro. Detalhe: ele é mineiro. Ele comentou do pão de queijo caseiro da mãe dele. Pedi a receita e não é que a Dona Odete liberou pra gente?? Segue a receita do pão de queijo caseiro, feito lá em Minas... E que parece sensacional. Ainda não fiz, mas já está na listinhas de coisas para se fazer nos próximos finais de semana! [a receita segue descrita conforme foi enviada, para não perdermos nenhum detalhe!] Pão de Queijo da D. Odete Ingredientes: 1 copo (americano) de óleo 1 copo (americano) de leite 5 ovos 1kg de Polvilho azedo 1 colher (chá) sal 1 prato de queijo ralado 1 copo (americano) de águ