Pular para o conteúdo principal

Preferências

Trabalhando em um café do maior museu de Sydney, reparei que as pessoas pedem sempre a mesma coisa sempre.

Claro, isso não tem valor estatístico nenhum, apenas se refere a uma observação de um único lugar. Algumas coisas são óbvias, outras são curiosas. Algumas que consigo lembrar são:

- Mulher sempre pede salada quando está acompanhada de homem na mesa.
- Mulher sozinha pede pratos mais substanciais, como risottos, pasta ou soupa.
- Mulher com amiga mulher pede sanduíches leves, o preferido são os de peixes. Salmão é sempre o peixe preferido preferido
- Senhoras de idade sempre pedem cappuccinos. Assim como os asiáticos. 90% de acerto!!!
- Senhores de idade pedem cafés bem forte, sem leite. Espresso duplo ou Long Black (2 shots com um pouco de água).
- Homem em meia idade geralmente pede pratos pesados. Ou sanduíches com carne de porco ou boi.
- Raramente homem pede salada.
- Macchiatto e Latte sao os cafés preferidos de homens nos 20 e 30 anos.
- Mulher nos 20 e 30 anos não tem preferência pra cafés, mas geralmente pede com leite desnatado ou soja.
- Mulher que pede Macchiatto geralmente são executivas.
- Vinhos secos brancos como Sauvignon Blanc são os preferidos de 98% das pessoas.
- Vinho Rose é o esquecido de todos.
- Mulher adora champagne. Homem prefere vinho tinto como Shiraz.
- Pinot Noir é o vinho tinto preferido das mulheres.

Consumidores são previsíveis. Especialmente os regulares. Pessoas raramente pedem coisas diferentes.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova York levando café a sério

A dinâmica presente no DNA de Nova York se mostra presente também na cena de cafés especiais.   A cada ano que passa fica evidente a vocação de Nova York para, assim como Porltand, Seatle e São Francisco, ser um ponto de referência de cafés especiais.   Visitei e re-visitei nas últimas duas semanas aproximadamente 30 cafés especiais em Nova York além de lugares onde o nova-iorquino consome boa parte da bebida como Mc Donalds, Dunkin Donuts e, claro, Starbucks.   Gorjetas   Uma coisa que me chamou atenção esse ano foi a gorjeta. Culturalmente, as gorjetas variam de 10 a 15% do valor do pedido. Quase todos os cafés de NY hoje usam um iPad como POS ou ponto de venda (a nova geração da tela da caixa registradora) e simplesmente giram a tela para o consumidor colocar o quanto gostaria de dar de gorjeta.   É fato que muita gente nos EUA vive com o dinheiro dessas gorjetas, que é muitas vezes maior que o valor do salário. Mas aqueles 10 ou 15% tradicionais estão virando coisa do passado. Algu
É... O tomate tá ficando caro no mundo todo!!

Torta de Ameixas da Marian Burros

Entre 1983 e 1989, o The New York Times publicou durante os meses de setembro uma receita de torta de ameixas da chef Mariam Burros. Em 1989, o editor resolveu que seria o último ano que essa receita seria publicada no jornal. No ano seguinte, uma enxurrada de cartas pedindo a publicação da receita fez com que o jornal voltasse a publicar. Desde então, todos os anos, em setembro, a receita volta a ser publicada tradicionalmente no NYT. Em uma enquete há 5 anos atrás para escolher a receita favorita dos leitores, essa torta de ameixa foi eleita com 3 vezes mais votos que a segunda colocada. De onde vem esse apego? Talvez pela simplicidade da receita e por quase zero chances de dar errada. Ou talvez por ser tão versátil e substituir as ameixas por qualquer outra fruta. De fato, é muito simples, rápido e o resultado surpreende. Torta de Ameixas da Marian Burros Ingredientes: - 3/4 de uma xícara de açúcar (ou 130g) - 1/2 xícara de manteiga sem sal (ou 115g), em temperatura ambiente. - 1