Pular para o conteúdo principal

Rato no cardápio

Por ser um assunto polêmico, tenho certeza que algumas pessoas não vão conseguir entender o que quero dizer. Mas... Vamos lá.

Na fome e na escassez de alimentos durante guerras e revoluções, os franceses passaram a comer sapos, caramujos, carne de cavalo, etc. Hoje são iguarias caríssimas consumidas mundo afora.

Os chineses, na falta de comida, passaram a comer insetos. Escorpiões, aranhas, larvas... Hoje, é exótico e quase uma obrigação pra quem viaja pra China. Tudo comprado no espetinho nas feirinhas locais.

Na Tailândia, a população bem pobre passou a comer roedores. Hoje, o rato é um dos ingredientes de pratos tradicionais do país. Um dos tantos pratos exóticos da rica (e deliciosa) gastronomia tailandesa.

Aqui na Austrália, passamos a comer canguru por causa da ampla oferta da carne. Uma carne razoalmente barata e nutritiva. Dura e ruim. 

Hoje eu li uma matéria no UOL sobre pessoas que comem rato-rabudo, o punaré. Caçam o roedor selvagem para comer. A população, segundo a própria matéria, acha a carne bem saborosa.

E aí? Por que essa mentalidade de "coitadificar"?

Aposto que se um Adriá, Atala, Acurio ou Bocuse usar o punaré e o prepará-lo bem em alguma receita, ele seria um visionário ou um gênio.

Não. Gênio e visionário é esse povo que, com a necessidade, consegue e prefere encontrar e preparar comida fora dos meios convencionais a morrer de fome.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

É... O tomate tá ficando caro no mundo todo!!

Melhor parte do Natal

É claro que é o panetone... molhadinho, fofinho.... espero o ano todo pra poder me empanturrar de panetone! :)

Bolo Australiano de Banana

Ingredientes: 125g de manteiga 100g de açúcar mascavo 2 colheres de café de essência de baunilha 2 ovos 350g de banana amassada 265g de farinha com fermento peneirada 1 colher de café de bicarbonato de sódio 80ml de leite Modo de Preparo: Passo 1: Aqueça o forno a 180C. Unte uma assadeira média (por volta de 22cm). Passo 2: Usando uma batedeira, bata a manteiga, o açúcar e a baunilha por 5 minutos ou até ficar cremoso. Passo 3: Adicione os ovos (um por vez), batendo bem a cada adição. Transfira para uma tigela maior. Usando uma colher de pau, adicione e misture gentilmente as bananas, o bicarbonato de sódio, o leite e a farinha. A dica aqui é adicionar aos poucos e sempre mexendo com a colher. Misture até ficar tudo homogêneo. Passo 4: Coloque essa mistura na assadeira e leve ao forno por 30 minutos ou até o garfo espetado sair limpo. Deixe esfriar por 10 minutos até desenformar.  Substituições: Açúcar Mascavo pode ser trocado pelo Demerara ou até mesmo o branco. Eu faço uma mistura de