Pular para o conteúdo principal

O Podre

Adoro coisa podre!


Bem que essa frase poderia ter sido dita pela escritora belga Amélie Nothomb sem nenhuma surpresa. Dito por qualquer outra pessoa no mundo, isso pode parecer, no mínimo, exótico.



Bom, todo mundo sabe que o primeiro e o mais importante passo para a evolução cultural do homem foi quando ele conseguiu domesticar o fogo. Com o fogo domesticado, passou a ser fonte de calor, luz e alimento.



Cria-se aí a gastronomia (relação natureza-cultura)



Mas… Qual foi o segundo passo mais importante da evolução cultural do homem?



Foi exatamente quando o homem conseguiu domesticar o… podre!



Exato! É a podridão domesticada. rs



Com a manipulação do podre, o homem criou as coisas mais gostosas do mundo: o vinho, o queijo, o iogurte e mais inúmeros alimentos a partir da fermentação, como o pão.



O antropólogo francês Claude Lévi-Strauss até criou o famoso Triângulo Culinário
onde todos os alimentos podem se encaixar nesse sistema. Até merecerá um post especial mais adiante.



Superficialmente pode ser lido assim:





Os alimentos "podres" foram fundamentais para estabelecer civilizações e criar sociedades, culturas e até divindades, como o Baco (na mitologia romana) ou Dionísio (na mitologia grega).



Tudo que possa parecer ruim a princípio, e com conhecimento e informação, é possível ser manipulado para um resultado bom.


Taí as coisas podres que não me deixam mentir!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

É... O tomate tá ficando caro no mundo todo!!

Melhor parte do Natal

É claro que é o panetone... molhadinho, fofinho.... espero o ano todo pra poder me empanturrar de panetone! :)

Bolo Australiano de Banana

Ingredientes: 125g de manteiga 100g de açúcar mascavo 2 colheres de café de essência de baunilha 2 ovos 350g de banana amassada 265g de farinha com fermento peneirada 1 colher de café de bicarbonato de sódio 80ml de leite Modo de Preparo: Passo 1: Aqueça o forno a 180C. Unte uma assadeira média (por volta de 22cm). Passo 2: Usando uma batedeira, bata a manteiga, o açúcar e a baunilha por 5 minutos ou até ficar cremoso. Passo 3: Adicione os ovos (um por vez), batendo bem a cada adição. Transfira para uma tigela maior. Usando uma colher de pau, adicione e misture gentilmente as bananas, o bicarbonato de sódio, o leite e a farinha. A dica aqui é adicionar aos poucos e sempre mexendo com a colher. Misture até ficar tudo homogêneo. Passo 4: Coloque essa mistura na assadeira e leve ao forno por 30 minutos ou até o garfo espetado sair limpo. Deixe esfriar por 10 minutos até desenformar.  Substituições: Açúcar Mascavo pode ser trocado pelo Demerara ou até mesmo o branco. Eu faço uma mistura de