Pular para o conteúdo principal

Coisas que facilitariam o mundo

- Sachês de chá deveriam ter um pesinho para afundar na água quente e não ficar boiando na superfície.

- Tampas metálicas de iogurte deveriam ter aquela fita vermelha para abrir sem derramar ou espirrar pra fora do potinho.

- Ticket free-pass para reuniões de embaixadores só pra gente se empanturrar de Ferrero Rocher!

Comentários

Unknown disse…
E eu nem sabia que reuniões de embaixadores incluiam empanturramento com Ferrerro Rocher! Tô andando com a turma errada...
Adorei seu blog!! Divertido e inteligente! Abraços!

Postagens mais visitadas deste blog

É... O tomate tá ficando caro no mundo todo!!

Nova York levando café a sério

A dinâmica presente no DNA de Nova York se mostra presente também na cena de cafés especiais.   A cada ano que passa fica evidente a vocação de Nova York para, assim como Porltand, Seatle e São Francisco, ser um ponto de referência de cafés especiais.   Visitei e re-visitei nas últimas duas semanas aproximadamente 30 cafés especiais em Nova York além de lugares onde o nova-iorquino consome boa parte da bebida como Mc Donalds, Dunkin Donuts e, claro, Starbucks.   Gorjetas   Uma coisa que me chamou atenção esse ano foi a gorjeta. Culturalmente, as gorjetas variam de 10 a 15% do valor do pedido. Quase todos os cafés de NY hoje usam um iPad como POS ou ponto de venda (a nova geração da tela da caixa registradora) e simplesmente giram a tela para o consumidor colocar o quanto gostaria de dar de gorjeta.   É fato que muita gente nos EUA vive com o dinheiro dessas gorjetas, que é muitas vezes maior que o valor do salário. Mas aqueles 10 ou 15% tradicionais estão virando coisa do passado. Algu